Inicio | | Viagens | | Voltinhas | | Manutenção | | TUGATECH | | História da XT |  VELA 

domingo

Verificar a Corrente Distribuição


A "corrente de distribuição" que é responsável (entre muitas outras coisas) pelo bom funcionamento do motor...

Tentei descobrir qual a forma de determinar, quando esta importante corrente deve ser trocada... 

e no manual podemos encontrar apenas isto...




Ora bem... 
este procedimento ou método para ver o desgaste da corrente que  não é de fácil execução,
porque temos que retirar a tampa da cabeça para ter acesso a corrente e ao carreto da árvore de cames, e etc etc 
... e ir por este caminho, dá um trabalho do caraças...


Então fui googlar pela net à procura de exemplos... e quantos kms que normalmente as correntes fazem... 
encontrei varias experiências e relatos:
- um inglês que vai com 85 milhas (135 mil kms) e a corrente está OK, e sem necessidade de ser trocada...
- um francês que trocou a dele aos 90 mil kms...
- no Brasil encontrei exemplos de terem feito 200 mil kms sem trocar...


Parece que o desgaste é determinado pela qualidade do óleo, manutenção e utilização dada ao motor...
Depois de pensar um pouco... descobri uma forma muito viável, fácil e pratica
Através do "Tensor da Corrente de Distribuição"...
Basicamente através da posição do esticador, é possível prever o estado da corrente, guias, e carretos...


"Tensor da Corrente de Distribuição"  é esta pequena peça com a cabeça de um parafuso de 19mm


Neste desenho podemos ver o Tensor a vermelho, e como ele faz o seu trabalho nas guias e corrente...


"Tensor da Corrente de Distribuição"  tem 17 posições... e bastanos controlar em que possição está!
quando estiver talvez na 15ª devemos pensar em comprar um kit para trocar...

Este é o principio escolhido por mim para ter algum controlo sobre esta importante parte do motor... 


Para se se ter acesso ao  "Tensor da Corrente de Distribuição" ... ou para se poder desmontar o Tensor, tem um processo que não pode ser contornado 

ATENÇÃO :  "Tensor da Corrente de Distribuição"  só pode ser retirado e montado com as válvulas na posição de compressão... ou seja as 4 válvulas fechadas e sem estarem a tencionar os martelos
Como tal... 
a verificação do  "Tensor"  deve ser feito durante a verificação da folga das válvulas...


Ver Tutorial  Verificar a Folga das Válvulas 



- Desmontar/Verificar o 
"Tensor da Corrente de Destribuição"
Depois de termos o piston no P.M.S.
(ver o tutorial da folga das válvulas para compreender o que é o P.M.S. ; Ponto Morto Superior)

Desapertamos com uma chave 19mm o parafuso/tampa principal da mola do Tensor...



...e temos acesso a retirar a mola do Tensor...
a mola tem 85mm em repouso... e menos que este valor pode estar pasmada...



...por fim desapertamos os dois parafusos sextavados interiores de 5mm...
e retiramos o  "Tensor da Corrente de Distribuição" ...



Devemos contar os dentes ou os cliques que tem...
neste caso tem 9 cliques...




Esticador na posição máxima:



Fiz um pequeno video do Tensor e do seu "funcionamento"...


Em 50% das vezes que retiramos o esticador, a junta parte-se ou danifica-se...
devemos comprar uma junta antes de iniciarmos este trabalho...
A junta do Tensor de origem custa uns 2€ e tal...
e nem compensa inventar... tira-se velho e põe-se novo!!



Para invertermos o processo e montarmos tudo novamente...

- O motor tem que estar (continuar) na posição de P.M.S.

- O Tensor tem que ser montado na posição mais recolhida... e sem mola...

- Apertamos os dois parafusos sextavados interiores e 5mm

- Introduzimos a mola (e vamos ouvir o cliques do Tensor)

- Apertamos a fixação da mola (chave 19mm)

- ...e por fim damos uma volta ou duas à cambota, e muito provavelmente vamos ouvir um ultimo clique no Tensor....


Voltar ao TUTORIAL Verificar a Folga das Válvulas 
para ver a conclusão da tarefa 


 

13 comentários:

  1. Penso que, ao que chamas "Esticador Automático", penso que à falta de melhor termo, se designa por "tensor da corrente de distribuição".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas...
      sim faz todo o sentido... e vou editar o Tutorial ;)
      OBR pela dica...

      de qualquer das formas fui investigar
      e no Brasil é conhecido como "TENSIONADOR DA CORRENTE",
      em Inglês é "TENSIONER ASSY, CAM CHAIN",
      e em Espanhol é "EMPAQUE DE CAJA TENSOR"

      Devia estar maluco... quando resolvi chamar aquilo "Esticador Automático"... LoOL

      OBR pela sugestão
      ABR

      Edgar

      Eliminar
    2. Já está... :-)
      Também editei o Titulo do Video...

      OBR
      ABR

      Edgar

      Eliminar
  2. Edgar,
    Está famoso no Brasil: Já tem tópico apontado o teu blog! Alias, muito bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Martin
      Fico feliz que tenha conseguido atravessar o oceano... eheheh
      Mas falando com honestidade... A XT600E é Rainha no Brasil...
      e o Brasil é uma fonte inesgotável de informação sobre a XT600E...
      ou mesmo sobre a XT660R...
      Como tal fico feliz em conseguir a atenção da XTlandia ;)

      Será sempre um enorme prazer... conseguir conquistar esta distancia enorme separada pelo Atlântico...

      Ás vezes tenho o sentimento que falar ou escrever sobre a XT600E em Portugal, é o mesmo que apregoar aos peixes (falar para um boneco...)

      Em Portugal a XT600E é vista como mota de Estafeta (moto boy)... ou uma mota de transição, entre o aprender a andar de mota e comprara a primeira grande mota...!!!
      É uma visão errada... e limitada!!
      ...mas espero contribuir para mostrar como as XT são boas...
      e que vão onde as outras motas vão... mas as outras não conseguem ir onde a XT vai!!
      LoOL

      Um dia todos vão querer ter uma... eheheh

      ABRAÇO de Portugal

      Edgar

      Eliminar
  3. A galera aqui no Brasil realmente comenta sobre seu blog. Parabéns pelas dicas e pelo blog que tem uma ótima leitura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dibars

      Acabei de babar o teclado todo... kkkkk
      e muito Obrigado pelo simpático comentário...
      Neste momento o blog está em fase de crescimento... e gostaria de torna-lo cada vez mais completo...

      mais uma vez sincero Obrigada...
      e nem imaginas como fiquei inchado de orgulho de ler as vossas palavras...

      mas vamos continuar com o trabalho... e brevemente vai haver outras coisas para fazer na XT... e com certeza que as vou relatar o melhor que conseguir e poder...

      ABR dos Grandes

      Edgar

      Eliminar
  4. Cara muito bom tutorial, vai me ajudar muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Claudio
      É bom saber isso :)
      e será sempre um dos objectivos deste blog, ajudar na saúde das nossas XT´s
      OBR pela visita e pelo comentário
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  5. Boas amigo, á cerca de um ano comprei uma xt de 94, devido a um problema que ela me deu em conjunto com outros componentes que eu acho que não correspondem aos Kms marcados no conta Kms. Ninguém melhor que você poderá ter uma opinião formada e dar-me uma ajuda, se pudesse dar o seu email mandava algumas fotos e diria os aspectos que me fazem pensar que comprei uma mota com muitos mais kms do que os que marca.. Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gomes
      se tiveres Facebook, procura por Edgar Couceiro...
      é mais fácil de conversar-mos e trocar fotos,
      pois eu é raro ver o email
      ABR
      e OBR pela visita
      (Edgar)

      Eliminar
  6. Muito bom este site, já me orientei varias vezes por este site, continua o bom trabalho.
    Obrigado pelas dicas

    ResponderEliminar