Inicio | | Viagens | | Voltinhas | | Manutenção | | TUGATECH | | História da XT |  VELA 

terça-feira

Trocar Óleo do Motor

O estado e qualidade do óleo que usamos no motor, pode fazer a diferença entre termos um motor que respira saúde ou não...

Os intervalos de troca também são importantes...
- o manual da XT600E do ano de 2000 recomenda a troca de 10 em 10 mil kms
- nos anos 90 recomendava a troca de 6 em 6 mil kms...
- muitas oficinas recomendam de 5 em 5 mil (querem é €€€)
- uns dizem que o motor tem tecnologia antiga e devemos usar óleos minerais...
- outros dizem sei lá mais o quê...

Bom...  tudo isto são sugestões... e eu não quero nenhuma delas para a minha XT

O intervalo é um exercício de bom senso...  antes de iniciar uma viagem eu tenho por habito trocar o óleo se ele já estiver uns 6 mil...
mas ouve outras ocasiões que troquei aos 8 mil ou perto disso...

O óleo que tenho usado é dos melhores...
- Shell VSX 15W50
- Motul 5100 15W50
ambos são semi-sintéticos e com provas dadas no mundo das duas rodas...

Não uso um óleo apenas porque dizem ser bom... depois de o usar vou confirmar se realmente é aquilo que dizem ou não... gosto de ser eu a tirar essas conclusões...

Por exemplo:

- depois de fazer 3023 km em 4 dias pelas escaldantes planícies Espanholas...
- depois de muito off road em 1ª 2ª e 3ª
- e depois de fazer um total 6.820 kms

eu fiz uma autopsia ao filtro para ver se existia limalhas no seu interior... e o filtro estava limpo!!

o óleo desempenhou a sua função sem sombra de duvidas...



Muito pode ser dito sobre o óleo e suas utilizações...
eu apenas digo que "equipa que ganha não se mexe", e até agora tenho me dado bem...
Sobre óleo existe mais algum bla bla bla...
aqui : Verificar Nível do Óleo da XT600E



----------------------------------------------
Ferramenta necessária 
----------------------------------------------

Ferramenta que necessitamos é muito básica

  • uma chave 12 mm (pode ser de bocas / caixa / luneta)
  • uma chave 17 mm (pode ser de bocas / caixa / luneta)
  • uma chave 8 mm (tem que ser de bocas)
  • uma chave 5 mm setavada interior
  • um martelo 
As chaves de luneta dão-nos mais estabilidade quando necessitamos de fazer força em parafusos ou porcas... (excelente opção para o bujão do quadro)

As chaves de caixa são como as de luneta, mas podem receber um acrescento e permitirem ter um acesso a sítios mais difíceis.. (boa opção para o bujão do motor)

O martelo serve para dar uma martelada nos parafusos que estão colados... por vezes com uma simples martela facilita a tarefa de desapertar evita que se arrase a cabeça do parafuso...



----------------------------------------------
1º passo  
----------------------------------------------

Com o motor frio, devemos desapertar todos os parafusos e voltar a aperta-los mas com pouco aperto;
Se o motor estiver quente, o material está dilatado com o calor, e como os parafusos estão à "n" tempo apertados, pode originar termos que ter de usar o dobro da força para a simples tarefa de desaperta-los...
Mas não é a força que tenhamos de fazer que me preocupa...
o que me preocupa é se a cabeça do parafuso vai aguentar essa força sem danificar a cabeça...

É comum quando a pratica é pouca arrasarem o sextavado interior dos parafusos da tampa do filtro de oleo, e c@g@rem-se a fazer força para desapertar o bujão, porque resolveram iniciar o trabalho com o motor bem quente...
Então para evitar isso desapertamos todos os parafusos e voltamos a aconchega-los com o motor frio...

Esses parafusos são:


1 e 3 - tampa do filtro de oleo (2)











1 - Bujão do deposito
(no quadro por debaixo dos colectores de escape)

2 - Bujão do motor
(no motor por debaixo do pedal das mudanças)








----------------------------------------------
2º passo  
----------------------------------------------

Vamos aquecer o motor...
podemos ir dar uma volta... ou deixa-lo a trabalhar a relantim durante uns 10 a 15 minutos...
10 minutos no verão e uns 15 no inverno

Se optarmos por aquecer o motor a relantim, podemos aproveitar esse tempo para preparar-mos os recipientes que vão receber o óleo usado...
Devem ser 2 recipientes que tenham capacidade para uns 2 litros cada no mínimo...
o ideal é que sejam recipientes para uns 5L e assim torna-se mais fácil a recolha do óleo usado...





Retiramos o resguardo do deposito de óleo (2)...










----------------------------------------------
3º passo  
----------------------------------------------

Tirar o óleo...
Escusado será dizer que o óleo vai estar quente... e que os parafusos estão também quentes...
e todo o cuidado será pouco, para quem faz isso as primeiras vezes...

- paramos o motor,
- retiramos a vareta do deposito de óleo, para evitar vácuo...
- desapertamos o bujão do motor... deverá sair +/- 1 Litro...
(se o óleo estiver bem quente sai apenas 0,7 Litro)

- depois retiramos o parafuso de respiro do filtro de óleo...
(parafuso 3 da imagem)
e deverá sair +/- 0,1 Litro do motor






- desapertamos o parafuso (chave 12mm) do quadro...
e deverá sair +/- 1,6 Litros (ou 2 litros se o óleo estiver bem quente)

CUIDADO:  o óleo vai sair com alguma pressão e facilmente é projectado para o pneu...

- desapertamos os dois parafusos que faltam da tampa do filtro de óleo...
- retiramos o filtro usado / limpamos com um pano limpo todos os restos de óleo...



----------------------------------------------
4º passo  
----------------------------------------------

Depois de escorrido todo o óleo...
A XT600E tem um total de 3,3 Litros (ou poderá ter essa quantidade caso o nivel esteja no maximo)
mas as quantidades de óleo nas trocas são de 2,7L sem filtro de óleo e 2,8L com filtro de óleo
ou seja... existe 0,5L de óleo que não é possível retirar do motor.

Agora é altura de reverter o processo...

Começamos pelo Filtro de oleo...

- verificamos o estado dos 2 orings
(se apresentam danos, falhas,ou falta de volume),

- colocamos o filtro de óleo novo e apontamos a tampa e os 3 parafusos,

- ajustamos por igual os 3 parafusos,

- e apertamos os 3 parafusos
(com 10N.m ou 1Kg.m / chave 5mm)


ATENÇÃO: Nem todos temos uma chave dinamométrica para apertos de parafusos pequenos...
(eu não tenho) e como tal, devemos ter cuidado ao apertar este parafusos, porque a carcaça do motor onde eles apertão é feita de alumínio... se por alguma razão moermos uma destas roscas, teremos um problema de certa forma grave e terá que ser encasquilhado com um reparador de roscas especial...
Resumindo e concluindo... é preferível corrermos o risco de uma pequena fuga que facilmente se resolve com um reaperto, que apertarmos demais ao ponto de moer ou danificar a rosca...



- verificamos o estado da anilha de cobre do bujão do deposito do quadro,

- se a anilha de cobre apresentar marcas profundas e não tivermos uma nova para substituir, podemos lixa-la com uma lixa fina... (em 70 mil km tenho usado sempre a mesma anilha)

- apertamos o bujão do quadro
(18N.m ou 1,8Kg.m / chave 12 mm)





- apertamos o bujão do motor
   ( 30N.m ou 3Kg.m / chave 17 )



----------------------------------------------
5º passo  
----------------------------------------------

Repor o óleo...
Necessitamos de 2,8 Litros... e o óleo é reposto pelo deposito (onde temos a vareta de nível),

Devemos introduzir o oleo com algum cuidado e com tempo... ou seja enquanto introduzimos o oleo temos que lhe dar tempo a que ele consiga escorrer para o motor...

-  1º litro de óleo entra sem dificuldade...
-  no 2º litro de óleo devemos ter mais cuidado e estar atento...

- e quando tivermos 2 litros, podemos purgar o circuito... (devemos enroscar a vareta de nível)

Um exemplo de como se purga o circuito de oleo:
Este video foi filmado e editado por mim, e embora seja uma XT660Z de 2008 serve perfeitamente como exemplo para a XT600E





- depois de purgado o circuito podemos repor o restante óleo...  (0,7 litro)
- enroscamos a vareta de nível, e montamos o resguardo de plástico...

...e a troca está completa


Verificar o nível e repor óleo:
Depois de rolarmos uns bons kms devemos verificar o nível de óleo periodicamente

Entre o mínimo e o máximo da vareta são 0,4 L
Por vezes quando verificamos o nível de óleo não o motor suficientemente quente e com uma pressão suficiente para fazermos a verificação...

Link : Verificar o nível do óleo na XT600E



----------------------------------------------
6º passo  
----------------------------------------------



- Para podermos finalizar o trabalho, temos que reciclar o óleo usado...


       Link :  Como Reciclar o Óleo Usado










27 comentários:

  1. Boas Edgar,
    Bom tutorial, para não variar....
    Sugeria apenas o seguinte, colocares uma indicação acerca da posição do filtro de óleo dentro do motor. "Disparate", pensas tú "colocas o novo na mesma maneira que estava colocado o antigo". Pois, da primeira vez que troquei assim que abri a tampa do filtro o filtro veio atrás e caiu ao chão, fiquei sem saber qual a posição que devia colocar o novo. Com o buraco no meio do filtro virado para o motor.
    É só um detalhe. Continuação de bom trabalho e bons giros.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Muito bom este tutorial! Vem mesmo a calhar, pois aguardo a chegada do Motul 5100 (MotorXPro) para fazer a mudança. Já tenho o filtro de óleo e orings (da marca). Só não sei se hei-se comprar as anilha dos bujões...o filtro de ar fica como está:KN.
    Obrigado e boas curvas
    motard2000 (CXTP)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá António

      Eu também tenho comprado o Motul na MotorXpro ;)
      tem os melhores preços, e uma qualidade de atendimento de TOP

      eu nunca troquei anilhas... pois dou-lhe uma passagem com uma lixa e 5 minutos depois (ou talvez menos) ficam novas

      A do bujão do motor é de alumínio e nunca lhe toquei... como sai é como fica... e nunca tive problemas :)

      OBR pela visita...
      e OBR pelo comentário... pois as vezes penso que estou a apregoar as peixes... eheheh
      e quando encontro um comentário fico com um sorriso de orelha a orelha

      ABR

      Eliminar
  3. Não seja por isso, eu comprei uma Xt6ooE de 98 a 3 meses e sigo de perto todos os seus tutoriais para fazer a manutenção por minha conta.. =) continuação de bom trabalho.. =)

    Luís Lopes PQ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luís
      é muito agradável saber disso...
      e todos juntos, com certeza que nos vamos desenrascar e ajudar sempre quem quiser "arregaçar as mangas"...
      OBR pela visita e pelo comentário ;)
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  4. boas
    so se os peixes forem milhares de amantes de xt que acompanham cada palavra tua. ja me tens ajudado e muito embora nao pareça. ja nos conhece mos do clubextportugal. encomendei hoje o oleo motul 5100 15w50 na motorxpro. tenho te a dizer que se pudesse andava com todos os teus tuturiais debaixo do braço.
    abraço
    ricardo nogueira

    ResponderEliminar
  5. desculpa camarada edgar
    so quero que me tires uma pequena duvida sff.
    ja sabemos de informaçao do teu tuturial sobre vereficar o nivel do oleo que deve ser feito com a mota nivelada agora a minha duvida e se na troca do oleo o devemos fazer com a mota nivelada tambem ou com a mota no descanso? desculpa sou um bocado novo nestas andanças e por isso nao queria cometer erros.

    obrigado
    ricardo nogueira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ricardo

      Amigo... a Mota deve estar no descanso lateral e com a inclinação normal e característica de estar no descanso...
      essa inclinação vai ajudar o óleo a sair pelo bujão ;)

      ABR
      e OBR pela visita :)
      Edgar

      Eliminar
  6. Boas Edgar,
    Já agora mais um a agradecer estes tutoriais :)
    Já sigo o blog há alguns meses e agora comprei uma XT600E de 96. Como sou um nabo em mecânica, estes tutoriais para mim são ouro!
    Por favor, continua.
    Grande Abraço e boas curvas,
    Pedro Galrito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro
      Muito porreiro saber isso :)
      por vezes quando escrevo algo, fico sem saber se estou a usar termos adequados, ou se estou a complicar o que é ou pode ser simples... por isso é muito fixe ler feedback

      OBR pela visita... e pelo comentario
      ABR dos Grandes

      Edgar

      Eliminar
  7. Boa tarde,
    Acabo de proceder à troca de óleo da minha XT, mas a vareta não acusa óleo algum é normal, é necessário deixar assentar? Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bruno
      É normal termos a mota com o nível de oleo OK,
      mas no entanto não temos nível na vareta,
      Só para não ter que repetir...
      podes clicar aqui no blog em:
      - Manutenção - Verificar nível do óleo
      ...se continuares com duvidas, diz que talvez se consiga esclarecer ;)
      ABR
      OBR pela visita

      Eliminar
  8. Olá Edgar,

    Uma dúvida em relação ao óleo. Consigo um bom negócio para o Motul 5100 10w50. Achas que é bom para a XT600E em vez do que 15w50 que recomendas? Sou da zona litoral centro do país.

    Cumprimentos Filipe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas
      pessoalmente prefiro o 15W50
      foi a viscosidade que sempre usei desde o inicio até agora.
      Não vem mal nenhum ao mundo usar 10W50 na XT ou até mesmo o 10W40
      MAS PREFIRO DE LONGE O 15W50 porque é ligeiramente mais grosso e quando o motor está frio ou de inverno, queima menos oleo
      e é também a viscosidade que o fabricante aconselha

      ABR :)

      Eliminar
  9. Edgar vê este site,

    http://www.pidenosaceite.es/

    tem material bem barato para as revisões (Oleo, pastilhas, velas, filtros, etc...) entregas em 24h :-D

    Fiz uma encomenda ontem e chegou hoje

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas
      sim sim... tem bons preços :) e uma coisa eu vi logo:
      - o óleo Motul 5100 15W50 que eu costumo comprar, está mais barato 2€ nas embalagens de 4Litros :)
      OBR ABR

      Eliminar
  10. Boas caro Edgar,
    Ando a ver se compro uma xt600 para me juntar ao clube e estou com uma dúvida em relação a uma mota que eu vi.
    Tenho uma questão para te colocar fico muito grato se me puderes esclarecer.
    Imaginando que se fez 7mil km nos ultimos 2 anos na XT e que o oleo não foi mudado durante esses 2 anos... quao arruinado está aquilo? Faz diferença? O motor nunca foi aberto, nao baba de lado nenhum e a mota pega sem problema.

    Cumprimentos e boas viagens

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas...
      7 mil kms em 2 anos sem trocar o óleo
      não é problema,

      por exemplo: a minha actualmente está com 6.500km
      e 18 ou 19 meses sem trocar o óleo

      se tiver que ir aos 8000km ou 2 anos, vai e pronto
      embora eu tenho trocado todos os anos, mas como tenho andado menos, desta vez alarguei o prazo...

      O oleo na XT600E ou quase todas as XT´s aguenta bué sem se deturiar-se devido a ser uma mota de carter seco, tirando a 350cc, 225cc e 125cc, estas de menor cilindrada que são de cárter húmido.

      Se formos falar com certos mecânicos, dizem logo:
      -que é para trocar de 3 em 3mil ou de 6 em 6 meses... e no máximo dos máximos 5mil entre trocas
      MAS isso é a carteira deles a falar mais alto (opinião pessoal)

      ABR e OBR pela visita (Edgar)

      Eliminar
    2. Muito obrigado Edgar, eu sou um gajo novo e tenho que agradecer pelos teus artigos, porque a informação que expões tão eloquentemente tem vindo a cultivar um interesse em mecânica na minha pessoa.
      Cumprimentos e boas viagens!

      Eliminar
    3. Olá Angelo
      OBR... muito Obrigado pelo feedback
      e OBR pela visita ao blog :)
      ABRAÇO (Edgar)

      Eliminar
  11. boa tarde Edgar,
    Tenho a possibilidade de comprar oleo Shell advance ultra 15w50 bem mais barato que o VSX como recomendas, qual a tua opiniao. Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá António
      Eu quando comprei a minha XT, o VSX 15/50W era o óleo que trazia e era recomendado pela Yamaha;
      como tal continuei a usar esse e era um óleo muito bom e com boa fama...
      Mas quando se tornou difícil de compra-lo a preços acessíveis, desisti de usar esse Shell e troquei pelo meu velho conhecido Motul 5100 15W50.
      E até à data tenho usado esse Motul com bons resultados...

      Pessoalmente falar ou discutir sobre qualidade de óleos e suas viscosidades dá pano para mangas... ou seja é daqueles assuntos que na net, foruns e até facebook dá acesas discussões as vezes piores que aquelas sofre futebol ou politica... eheheheh

      Eu se tivesse acesso ao "Advance Ultra 15W50" com um bom preço que é um óleo sintético, nem pensava duas vezes... pois apenas quero (ou faço questão) de respeitar a sua viscosidade dos tais 15W50, e era esse mesmo que eu usava, confiante que tinha dado um passo em frente e no bom caminho...

      Nunca usei óleos minerais e nem os quero, embora reconheça que também evoluíram e são óleos bons para curtos prazos em kms...
      Os semi-sintéticos estão uns bons furinhos acima dos minerais, e os sintéticos simplesmente no topo da coisa.

      problema era se fosse um sintético 5W40 pois acredito que iria começar a desaparecer muito mais rapidamente junto com a gasolina, ou seja a mota a devia começar a gastar óleo... mas 15W50 teoricamente e na pratica isso não vai acontecer

      ABR :)
      OBR pela visita
      (Edgar)

      Eliminar
  12. Muito obrigado pelo esclarecimento
    Um abraço
    Antonio Ramos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora essa e eu é que te agradeço por teres usado o blog para termos essa conversa...
      Mas não te esqueças que tudo não passa de opiniões,
      e aquela é apenas a minha sobre isso...
      pois existem outras...
      simplesmente tudo não passa duma opinião que eu punha em pratica sem qualquer tipo de receio.
      Actualmente temo muito as falsificações, do tipo:
      - correntes DID baratuchas
      - velas e eu sei lá o que mais...
      Actualmente quando algo é muito barato e vendido on line e não só
      temo que seja falsificado por desonestos chineses,
      onde simplesmente fazem uma embalagem igual e "vira milho" :/
      ABR

      Eliminar
  13. Tambem tenho alguma preocupação quando aparecem preços muitos baratos online, mas no meu caso não se trata de loja online mas sim de uma empresa que comercializa lubrificantes e que tenho como idónea.
    Abraço

    ResponderEliminar
  14. Boa noite.

    Parabéns pelo seu blog, no entanto eu tenho uma XT350 de 1992 e gostaria de saber se o tutorial serve para o modelo da minha ou não e se o óleo que aconselham são os mesmos.

    Melhores cumprimentos,
    David Sobral

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá David
      Eu tive uma XT350 durante uns bons anos, e fiz 97 mil kms com ela :)
      A troca de oleo é parecida, mas diferente...
      pois a XT350 tem dois filtros que devemos de limpar, e apenas leva 1,3Litros por troca (salvo erro).
      O oleo que eu usava era o pennzoil (que já não se vende em Portugal) e nos ultimos anos comecei a usar o Motul 5100 15W50 que actualmente uso na minha XT600E
      Este óleo é excelente para a XT350 (opinião pessoal)

      PS: desculpa não ter respondido mais cedo... mas tenho andado a Vadiar eheheh e sem net ou sem acesso à net...
      Assim que poder vou tentar arranjar-te um toturial sobre a troca de oleo da 350, mas tens que me dar uma semana para fazer tal coisa, que agora ando sem tempo :(

      Obrigada pela visita
      ABR (Edgar)

      Eliminar