Inicio | | Viagens | | Voltinhas | | Manutenção | | TUGATECH | | História da XT |  VELA 

quinta-feira

Aldeias do Xisto (3/3)

(1ª parte)    (2ª parte)    (3ª parte) 


Ter parado no topo da serra...
...ter ficado a admirar toda aquela beleza até onde a minha vista alcançava,
foi como se tivesse nascido um repentino "reset" aos meus planos, e pensei,
"- que se lixe, e vamos mas é... borá lá a direito..."

Na realidade nem sabia se estava a andar para norte ou para sul, ou se estava a andar em círculos, ou se no final teria que regressar pelo mesmo caminho.




Andar nestes caminhos nasce uma sensação que estamos longe de tudo e de todos,
nestes caminhos não há aquela "vaidade" ou aquela "preocupação", de que tenho a mota com uns piscas grandes... se os espelhos empatam a estética da mota...
aqui não rolamos para sermos vistos... aqui recebemos uma liberdade sem igual.

Nestes caminhos há apenas a preocupação de conduzirmos e gozarmos esse prazer,
...e o melhor disso tudo, é que depois de experimentar-mos tal liberdade, acabamos por trazer essa liberdade para o nosso dia a dia... e tudo na nossa vida se torna mais fácil e menos "tuning" e com mais sumo.





Nestes trilhos é comum cruzarmos-nos com pessoas "invulgares" (entre aspas)
e foi mais um caso desses, que tem sempre outra coisa em comum,
...sempre que me cruzo com tais pessoas "invulgares", trocamos sempre um cumprimento respeitoso,

e encontrei mais uma dessas pessoas no todo desta eólica (foto em baixo)





Eu parei a XT, olhei para cima a sorrir e levantei os dois braços... não era um simples cumprimento,
era na realidade a minha forma de mostrar a admiração pelo seu trabalho.
...admiração ou consideração, porque este trabalho não é para quem quer, é para quem consegue...

É claro que o senhor me devolveu o cumprimento... e aposto que ele estava também a sorrir lá em cima a olhar para aquele "ponto preto" com um colete laranja  de braços no ar... eheheh





Depois duns belos kms encontrei uma construção de xisto que despertou-me a curiosidade...
não tinha janelas, apenas tinha uma generosa porta e o interior desta casa parecia um poço...
Tinha encontrado um "Neveiro Real" construído no século XVIII
Neste local durante o inverno era possível recolher neve e armazena-la no poço desta casa, que se mantinha conservada em forma de gelo até ao verão... Longe vão esses tempos e agora temos frigoríficos e congeladores por todo o lado.



Foi um dia sempre a rolar, e nem me lembrei de almoçar...
numa pequena localidade atestamos a XT para mais 300 kms
e agora sim era altura de repor energias...
o dia estava perto de acabar e tinha que procurar abrigo para passar a noite.







Não foi difícil de improvisar um "parque de campismo" ,

Encontrei um parque de merendas com uma fonte de agua fresquinha e corrente,
Havia lugar para uma tenda e se aproveita-se os últimos raios solares até podia por a higiene em dia.

e assim foi...






Diz a experiência, que montar a tenda é sempre para a ultima coisa,
pois diz a experiência que é um trabalho para se fazer com a ajuda da noite escura...
...então era altura de aproveitar a ultima luz do dia, para tomar uma espécie de banho,
e fazer um jantar reforçado para compensar a ausência do almoço.

Reza a historia, que no ano de 2011 fiz um fogão com umas latas que iam para o lixo,
mas o que eu não contava... era que resulta-se tão bem, e que continua-se a ser usado 3 anos depois, porque o fogão tem tanto de pratico como de eficiente.

Desta vez aproveitei para fazer um video do Fogão Vadio no seu habitat natural, eheheh






A noite chegou...
montei a barraca e antes de dormir liguei o telemóvel para saber noticias da família,
infelizmente as noticias não eram as melhores...
infelizmente tínhamos que regressar a casa, e tinha que ser já.
...pois estava demasiado perto de casa para poder negociar com a minha consciência.


De qualquer das formas isto tinha sabido a pouco...
esta volta ficou de alguma forma "à quem" do esperado inicialmente,
mas foi divertida e cheia de coisas e sítios novos,
Ter interrompido a voltinha deu-me "créditos" para uma nova voltinha em Outubro, eheheh




Obrigado... pela vossa vista ao blog
e termino a nossa historia com pequeno video do resumo destes dias...








Aldeias do Xisto   
(1ª parte)    (2ª parte)    (3ª parte) 


24 comentários:

  1. Espetacular viagem e excelente descrição...e para quando um mapa detalhado (ou track GPS) com os percursos reais, de modo a poderem ser repetidos por qualquer um ?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vítor
      Infelizmente não tenho ferramenta para memorizar os caminhos por onde passo :(
      Tenho apenas um telemóvel com o Ndrive instalado, que nunca uso e também esse vai sempre desligado para poupar a bateria...
      Ainda não me rendi a essa ferramenta, mas diga-se de passagem que já andei a ver o "Dakota 10", e talvez um dia compre um... eheheh

      OBR pela visita e pelo feedback :)
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  2. De facto as tuas viagens são uma inspiração.

    Gostava de um dia aprender contigo :)

    Força aí e boas voltas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas...
      Comigo pouco se aprende eheheh
      mas em Fevereiro próximo vou com um belo grupo até aos Eskimós
      é um grupo de Amigos que quando se juntam, aprende-se "n" coisas eheheh
      ABR
      OBR pela visita e pelo comentário :)

      Eliminar
  3. Sempre muito interessante ler os teus "reports" de viagem, continua e boas voltas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Amigo...
      Espero que a próxima seja para breve e melhor
      e que a gente se cruze um dia destes :)
      OBR pela visita e pelo feedback :)
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  4. As tuas viagens já fazem parte da minha leitura habitual. Preenchem a imaginação e enchem a alma. Obrigado Edgar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh... e escrevo "eheheh" porque o teu comentário fez andar para trás no tempo.
      mas passo a tentar explicar o porquê:
      Nos meus tempos de escola, era um zero na disciplina de Português,
      escrever uma redacção era um problema, e as negas era uma constante todos os períodos e anos lectivos (infelizmente)
      Mas parece que a idade e o gosto de andar de Mota deu a volta a isso, eheheh
      OBR Amigo
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  5. Bela voltinha, como de costume :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Amigo...
      OBR pela visita e pelo comentário ;)
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  6. Grande amigo, mais uma viagem como nos habituaste... Grande abraço...

    ResponderEliminar
  7. Grande Edgar! Sempre em forma! E esse fogão, do melhor...

    Então onde vai ser a próxima aventura ;) Tens que vir à Madeira um dia destes.

    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Francisco
      Obrigado Amigo
      Sobre a viagem à Madeira, vai ter que esperar mais uns anitos...
      mas estou a tratar disso e para o ano já devo conseguir tirar a carta de marinheiro eheheh
      depois o barco será o próximo passo...
      Olha que tenho treinado muito :) e um dia apareço por ai eheheh
      Abraço (Edgar)

      Eliminar
  8. grande voltinha e um belo relato como de costume
    abraço e venha o proximo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bruno
      a próxima já começou a ser pensada...
      espero que seja melhor e que nos deixe ir um pouco mais longe...
      OBR pela visita e pelo comentário :)
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  9. Muito bom Edgar! Sempre na aventura!!!

    ResponderEliminar
  10. Muito bem! Pena o regresso antecipado... mais kms de aventuras virão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... mas desta vez teve de ser,
      e estava perto demais para negociar com a minha consciência... e tive que regreçar...
      mas com o regresso ganhei créditos para a próxima eheheh
      OBR Amigo
      ABR :)

      Eliminar
  11. Com tanta dedicação que vi neste blog não resisti à tentação e tive que criar um para mim também .. Seria uma honra se passases por lá e desses uma olhadela :D (www.os-caminhos-da-tw.blogspot.com) embora seja uma mota inferior tem-me dado imensas alegrias! Quem sabe um dia ainda nos encontramos por ai na estrada e temos a oportunidade de dar dois dedos de conversa :)

    Abraço ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eihhh...
      a TW não é inferior em nada quando comparada com as outras...
      a TW é a TW... e as outras são as outras...

      Talvez muita gente não saiba...
      mas a primeira mota a conquistar o Polo Norte, foi uma TW,
      Foi em Janeiro de 1988 depois de fazer 2000kms sempre por cima de neve e gelo.
      e foi essa mesma TW que novamente conquistou pela 1ª vez o Polo Sul,
      ...e a coisa não fica por aqui, pois ela também foi a 1ª mota a tentar subir o Monte
      Evereste pelas suas rodas e chegou aos 6 mil metros, onde nenhuma outra tinha conseguido ou tentado...
      Disso reza a historia da TW pelas mãos dum Aventureiro SHINJI Kazam (Japonês)

      Mas mudando de assunto... é claro que fui logo espreitar o "www.os-caminhos-da-tw.blogspot.com"
      e OBR pela boleia até à cascata do Pulo do Lobo... eheheh

      OBR pela visita...
      e agora sempre que ver uma TW, vou ver se é a tua... eheheh
      Abraço (Edgar)

      Eliminar
  12. Boas Edgar
    É a primeira vez que visito o teu blog mas já conheço algumas das tuas "Vadiagens" do TrailAventura.
    São notavéis os relatos que tens feito das tuas viagens. E a maneira como tu relatas essas viagens deixam-nos com vontade de deixar tudo , pegar na moto e fazer o mesmo que tu.
    Excelentes fotos , e dás-nos a conhecer (aos que não conhecem) as belas paisaigens que temos pelo nosso Portugal.
    Apesar de ter moto (XRV750), infelizmente o meu trabalho não me deixa muito tempo disponivel e nem sempre é facil conciliar trabalho, familia e moto.
    Espero que continues com essa determinação e que continues a presentear-nos com os relatos dessas tuas "vadiagens"

    Abraço
    Francisco Nunes ou " Slyder "

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Francisco
      Pois é... nem sempre é fácil...
      Obrigada Amigo... pela visita e acima de tudo pelo comentário :)
      pode ser que agente se encontre um dia destes :)
      Abraço e mais uma vez obrigada
      (Edgar)

      Eliminar