Inicio | | Viagens | | Voltinhas | | Manutenção | | TUGATECH | | História da XT |  VELA 

quarta-feira

Lá vai alho... 3ª parte

1ª parte          2ª parte         3ª parte


Era o 3º dia... e iria ser o ultimo dia da voltinha...
mas em vez de rolarmos para sul na direcção de casa... estávamos a rolar para norte... eheheh

a verdade... é que não estava nos planos voltar para casa ao 3º dia...

Era manhã bem cedo... e eu tinha acordado desenquadrado...
ter tentado andar na "Linha do Tua"... andar até andava-mos, era só querer e embalar a XT...
mas rolar por cima de pedras soltas e traves da linha de comboio... era um ataque às rodinhas da minha "Menina"... era dar facadas no meu "bom-senso"

Eu gosto de motas... gosto do espírito e do ambiente da coisa que por vezes encontro...
mas nunca gostei de destruir, ou ver destruir motas...

Eu e a XT temos feito muita coisa...  temos andado em cada buraco, temos atravessado com cada trilho e caminho...
locais que parecem o caminho para o inferno... mas que revelam-se autênticos paraísos...

mas por muito difícil que o caminho possa ser, em todas essas vezes existe o "tal equilíbrio"
...esse "equilíbrio" que vai garantir o nosso regresso a casa... as vezes regressamos riscados, inchados, estalados, tortos e doridos...
mas regressamos sempre inteiros e com um sorriso de orelha a orelha.

Então fomos procurar esse "tal equilíbrio" para outros lados...

Depois de tanta volta e reviravolta na linha de comboio do Tua...
acabamos por acampar num dos apeadeiros desactivado da linha...
Encontramos um local perfeito para montar a barraca... era um caminho sem saída, e se alguém me quisesse visitar, teria que passar por um cão num quintal próximo que ladrava por tudo e por nada...
Desde que o cão estivesse caladinho... havia a garantia que ninguém me iria chatear...

Assim que acordei, fui ver as jantes da minha "Menina"...
estava eu todo rameloso a inspeccionar as rodas, quando fui visitado pelo rafeiro...
O cão deu 4 ou 5 ladradé-las... eu virei-me e ficamos os dois a olhar um para o outro...
um cão é sempre um cão... e este parecia ser dos rijos...
e eu sou um gajo de botas...
O cão foi esperto e tal como apareceu... desapareceu...

Ahhh é verdade... as rodinhas da XT estavam redondinhas...



Passamos novamente pelo cão e pelo seu território, e parei para tirar umas fotos...
e desta vez o animal limitou-se a olhar... será que...??
será que o cão consegui perceber que eu estava apenas de passagem e não seria uma ameaça??






Era altura de arrepiar caminho... e continuamos para norte...
Numa aldeia que não me lembra o nome, vi uma placa a sinalizar uma praia fluvial...
Perguntei a uma simpática senhora se essa tal praia era longe ou perto??
depois de uns 10 minutos de conversa, a senhora indicou-me outra praia muito melhor uns kms mais à frente...

Praia com relva... e com parque de estacionamento para a XT junto à toalha...




Era altura de por a higiene em dia...
encontrei uma torneira...

e "ganda galo", a torneira estava rachada e perdia agua por cima...

"ganda galo" o caraças... era a torneira perfeita porque projectava a agua e podia tomar banho de pé...

Espectáculo... e bela banhoca para levantar a moral das tropas... eheheh




A próxima paragem seria em Chaves...

entretanto passei por "n" sítios e "n" coisas...
meus Amigos(as), encontrei tanta, mas tanta coisa...
desde monumentos, paisagens, pessoas, jardins, e as vinhas?? eram vales, montes, escarpas, encostas, e eu sei lá mais o quê, tudo carregadinho de vinhas...

Falta-me as palavras certas, para conseguir dar uma ideia da beleza e da grandeza que encontramos no norte de Portugal...







Rolamos... rolamos.... e chegamos a Chaves
Chaves é uma Cidade bonita, elegante e com atitude...

Era um daqueles dias... daqueles dias em que acordei com os pés de fora, mas agora estáva feliz e contente de ter nascido... eheheh
víamos beleza em tudo, e até esqueci-me que estava uma brasa do caraças...

Aquilo que queríamos visitar na Cidade de Chaves, era o marco zero da estrada Nacional 2

A cidade de Chaves deve ter centenas de coisas interessantes para ver...
mas eu limitei-me a ir até Chaves por causa dum simples "marco"...
Alguns devem estar a pensar : mas que raio?? este gajo deve ser doido!!
Talvez... mas eu sou um bocado "bicho do mato" e não tenho melhoras !!
só me sinto bem, longe dos grandes centros e da normal confusão do dia a dia...
Eu gosto do silencio, da solidão, e acima de tudo gosto de andar perdido por esses campos e serras...

e lá estava o tal marco, no centro duma rotunda que tinha montes de transito...

( quilometro zero da N2... a estrada mais longa de Portugal )



Sem qualquer motivo ou plano, decidimos continuar pela N2

Uns quilómetros mais à frente entramos por uma aldeola à procura duma sombra...

nessa sombra começamos a pensar numa rota... como iria ser...
vamos para Espanha?? vamos até Finisterra?? ou até Santiago??
vamos atravessar o Gerês?? vamos para onde??

e... e... vamos ver a Ponte da Misarela...
é isso mesmo !! vamos ver essa Ponte !!
vai ser fixe !! vai ser muito fixe !!



Desta vez (assim como muitas outras) iríamos à procura dum local que não aparecia no nosso mapa...
sabíamos que a ponte era sobre o rio Rabagão junto ao rio Cávado, e tínhamos mais umas referencias...
Contávamos encontrar alguém que nos indica-se o caminho...
"Quem tem boca vai a Roma" ... não falha, e resulta sempre...

Rio Rabagão...

Este rio tem zonas que parece-se mais com um enorme lago...  Uma região bonita e bem cuidada, onde parece não existir stress... O transito é calmo e ordeiro, as pessoas são simpáticas e têm um olhar natural e desinteressado, até mesmo perante um gajo de mota com colete laranja...
Parece que estávamos na região do "vive e deixa viver..."





A ponte da Misarela era aqui para estes lados... era altura de pedir ajuda, para encontra-la...
Essa ajuda veio dum casal da região...
eu saquei da minha esferográfica que está sempre a falhar e a maior partes das vezes não quer escrever...
e fizemos um mapa manuscrito, uma espécie de road-book

...às vezes ainda me pergunto, - mas porque razão eu não troco de esferográfica ??...
talvez por preguiça... ou porque tenho esperança de que ela dia recupere... eheheh

O mapa manuscrito resultou... mas além do mapa, deram-me algumas dicas...

Sobre o caminho de acesso à ponte...
só digo uma coisa : "temos que estar vacinados contra as vertigens"...

Ponte da Misarela (Ponte do Diabo)




O caminho até à Ponte... a zona envolvente à ponte... eu sei lá...
Aqui tudo era bonito, tudo era novidade, tudo se encaixava naquilo que procurava-mos...

Não era só a beleza da natureza...
era também os cheiros, os sons, e a frescura que contrastava com o calor...



Foto tirada de cima da Ponte da Misarela




Há muitos locais em Portugal que fizeram historia...
Locais que retratam a nossa atitude, o nosso espírito lutador e de sobrevivência em defender com razão o que é nosso...  como diz as gentes da minha região:
"metam-se connosco e vocês vão ver com quantos paus se faz uma canoa"

A ponte da Miasarela é desses locais... aqui a razão falou sempre mais alto...

Aqui nesta ponte tombaram as valentes tropas do Napoleão às mãos dos aldeões da zona...

Imaginar pessoas comuns (vizinhos, familiares, e etc) juntarem-se para defender as suas terras, os seus pertences, e acima de tudo defender a sua liberdade e vidas...
Pela frente tinham o implacável e bem orquestrado exercito do Napoleão...
Mas fugir não estava nos planos deste povo...
Ter razão é uma arma poderosa... lutar com razão é meio caminho andado...




Esta ponte foi em tempos um ponto de passagem obrigatório, e foi palco de muitas batalhas e de porrada até dizer chega...

Existem varias lendas associadas à ponte...

A principal dessas lendas talvez seja o mito que ajuda a engravidar as mulheres ou casais estéreis...
Sobre esta parte e no que me toca... não visitei a ponte por isso, eheheh
...pois reza a minha historia, "dois tiros dois melros"

A sensação que temos quando estamos neste local, nunca é dum local de guerras ou de desgraça...
A beleza da natureza faz-nos parar no tempo, e acabamos por relaxar e apenas apreciar a paisagem, sons e etc etc...




Acesso pela localidade de Frades (sul do Rio Rabagão), perigoso e muito difícil.

Acesso do lado de Sidrós (norte do Rio), dificuldade média, onde existe uma escadaria pedestre...



Comecei a pensar... para onde vamos agora? qual será a próxima etapa? 
de repente e não sei muito bem porquê... pensei, vamos embora, vamos para casa...

Acho que de repente fiquei com saudades de casa...
mas no regresso ainda havia muita coisa pela frente... muito quilometro...

Passamos por Mondim de Basto, por Amarante, Lamego, e pela N2  em direcção a Viseu...

por volta das 10h da noite estava em Castro D'Aire...
salvo erro no km 130 da Nacional Nº2
era altura de replanear as coisas...




Das duas uma... ou telefonava ao meu Amigo João que vive em São Pedro do Sul
e se telefonasse ao João, iria ter que aumentar mais um dia na viagem...
O João tem um enorme quinta com vacas ovelhas, e espaço a perder de vista...
Já me estava a imaginar a ir buscar leite directamente as vacas para o pequeno almoço... e dar uma voltinha de tractor pelas terras... eheheh

 Mas telefonei para casa e falei com a minha Maria...
ela sugeriu-me por questões de segurança, que pernoita-se na quinta do João...

Mas ouvir a voz da minha Maria despertou-me ainda mais saudades de casa...
que se lixe... agora só vou parar quando chegar a casa...
e vou pelas nacionais? ou vou pelas autoestradas?
pelas nacionais não tem portagens... e pelas autoestradas tenho a fita cola americana..
(verdade seja dita, que cada vez me apetece mais ser mauzinho e rebelde contra a chulice)

Nada de "más ondas"... e vamos em paz pela nacional...

Vadiar é sempre fixe...
mas Desvadiar e voltar para o pé dos meus... não se fica atrás...

atão... bóra lá pa casa...
e era perto das 4 da manhã quando chegamos a casa...






OBR pela visita... 


9 comentários:

  1. Boas Edgar,
    Como sempre espectacular,
    fico à espera da próxima ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Ricardo
      OBR pela visita e pelo comentario...
      a próxima será este mês e já esta agendada... eheheh

      ABR (Edgar)

      Eliminar
  2. Mt fixe XD
    Que bela viagem ;) Amei as fotos.
    Os comentários...
    E verdade seja dita, que os teus "melros" são mt bonitos.
    Obgd Edgar
    Abr
    Fátima Russo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fátima

      OBR pela visita, e acima de tudo pelo comentário :D

      :) Edgar

      Eliminar
  3. Já fui "enganado" com o IRAN a pensar que irias até ao Irão, depois vi como se faz um fogão com uma lata de refrigerante e por ultimo percebi que os franceses levaram na "pá" perto da Ponte.

    Genial, sinceramente adorei o teu blog e o teu espírito. Que nunca te passa a vontade de "vadiar" e que depois nos contes tudo.

    Muito obrigado por estas pérolas de viagens e voltinhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh
      Olá Pedro... Obrigada pela visita e acima de tudo pelo simpático comentário :)
      é-me difícil encontrar palavras para agradecer o teu comentário...
      Por isso, vou apenas dizer, que os feedback são quase como um "adubo" para continuar a relatar esta espécie de diário de bordo da minha "Menina"...
      e OBR também por essa ajuda ;)
      Abraço (Edgar)

      Eliminar
  4. Altamente ver uma pessoa com um espirito como o teu, sair sozinho, sem medo do que está por vir, bom muito bom. Espero que continues com esse espirito e que tragas mais surpresas.
    Olha em breve vou com a minha XTZ 750 e com a esposa dar uma volta pela Serra do Geres, mas por caminhos bons tipo nacional, tens algum conselho?
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nelson
      bom... na verdade conheço muito mal essa zona (Gerês e arredores)
      e este ano estou a fazer contas de lá voltar, e depois rolar para Espanha...
      No ano de 1994 andei pelo Gerês e lembro-me que subir a pé o Rio Homem foi das coisas mais bonitas que fiz...
      e tomar um banho nocturno muna espécie de piscina que existe em Lobios (Espanha), é que esta espécie de piscina é de agua quente, e no dia em que lá estive chovia e foi um contraste do caraças eheheh
      Mas conheço muito mal essa zona

      OBR pela visita
      ABR (Edgar)

      Eliminar
  5. Banho noturno com a esposa gosto disso eheheheh.
    Abraço

    ResponderEliminar